quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Tigerlog - Consultoria e Treinamento em Logística - Quem Somos

  1.  CURIOSIDADES SOBRE LOGISTICA

TRANSPORTE RODOVIÁRIO

Por que as rodovias paulistas tem números?

Nas estradas que partem da capital, os números correspondem a seu ângulo de inclinação em relação ao marco zero da cidade. A SP-70, Rodovia Ayrton Senna, por exemplo, forma com a Praça da Sé exatos 70 graus.

De onde vem o nome das estradas brasileiras?

Além de receberem nomes de figuras ilustres da história ou mesmo da região onde estão localizadas, as rodovias são batizadas com letras e números.

As estaduais são indicadas pela sigla do Estado onde se localizam, seguida de números. Se for par, ela é uma estrada radial -- passa pela capital. Os números mostram a quantos graus ela está de uma linha imaginária norte-sul traçada a partir da capital. Se for ímpar, o número mostra quantos quilômetros a rodovia dista da capital.

As rodovias federais usam a sigla BR, de Brasil. De 010 a 080, indica que ela é radial, partindo de Brasília em direção aos Estados. De 100 a 199, são as rodovias longitudinais, que cruzam o país de norte a sul. De 200 a 299, as transversais, que cortam o Brasil de leste a oeste. De 300 a 399, as diagonais, que passam pelo interior ou pelo litoral. Acima de 400, são rodovias de pequeno porte, que ligam uma estrada a outra.

As 5 menores rodovias brasileiras...

Prefixo da Rodovia

Extensão

Por onde passa

BR-488 (Rod. Padroeira do Brasil)

3 km

Dutra x Santuário N. Sra. da Aparecida

BR-363

8 km

Fernando de Noronha

BR-498

15 km

BR-101 x Monte Pascoal (BA)

BR-499

15 km

BR-040 x Cabangu (BA)

BR-485

24 km

BR-116 x Prq. Nac. de Itatiaia (RJ)

As 5 maiores rodovias brasileiras...

Prefixo da Rodovia

Extensão em km

Por onde passa

BR-116
(Régis Bittencourt, Dutra, Rio-Bahia)

4489

Fortaleza (CE), Feira de Santana (BA), Vitória da Conquista (BA), Teófilo Otoni (MG), Teresópolis (RJ), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Curitiba (PR), Lages (SC), Porto Alegre (RS), Pelotas (RS) e Jaguarão (SC)

BR-101

4125

Touros (RN), Natal (RN), João Pessoa (PB), Recife (PE), Maceió (AL), Aracaju (SE), Feira de Santana (BA), Vitória (ES), Campos dos Goytacazes (RJ), Niterói (RJ), Rio de Janeiro (RJ), Angra dos Reis (RJ), Caraguatatuba (SP), Santos (SP), Iguape (SP), Joinville (SC), Florianópolis (SC), Osório (RS) e Rio Grande (RS)

BR-364

4099

Limeira (SP), Matão (SP), Frutal (MG), São Simão (GO), Jataí (GO), Rondonópolis (MT), Cuiabá (MT), Porto Velho (RO), Rio Branco (AC), Sena Madureira (AC), Cruzeiro do Sul (AC) até a divisa Brasil / Peru

BR-153
(Transbrasiliana)

3898

Marabá (PA), Araguaína (TO), Gurupi (TO), Ceres (GO), Goiânia (GO), Frutal (MG), São José do Rio Preto (SP), Ourinhos (PR), Irati (PR), Porto União (SC), Erechim (RS), Passo Fundo (RS), Bagé (RS), Aceguá (RS)

BR-230

3203

Cabedelo (PB), João Pessoa (PB), Campina Grande (PB), Picos (PI), Balsas (MA), Carolina (MA), Marabá (PA), Altamira (PA), Humaitá (AM), Benjamin Constant (AM)

Quando se estabeleceu um limite máximo de velocidade em estradas brasileiras?

Foi em 28 de janeiro de 1941, quando foi promulgado o primeiro Código Nacional de Trânsito. Para os veículos de passeio, os limites eram: 40 km/h na zona urbana, 60 km/h nas grandes avenidas e 80 km/h nas estradas de rodagem. Velocidades superiores só eram permitidas em estradas especiais, a critério da autoridade competente.

Já em 25 de setembro de 1941, esses limites foram alterados para 50 km/h nas áreas urbanas, 60 km/n nas grandes avenidas e 80 km/h nas estradas de rodagem.

A Rodovia Dutra...

Inaugurada em 1951, a Via Dutra - ligação entre São Paulo e Rio de Janeiro - tem exatos 407 quilômetros.

A Transpantaneira...

A Transpantaneira (MT-060) foi projetada para ser uma rota de ligação entre o Norte e o Sul. Mas ficou com os 145 quilômetros de terra que ligam as cidades Poconé e Porto Jofre, no Mato Grosso. Jacarés, capivaras, veados e onças vivem cruzando a pista deserta.

A Transamazônica...

A construção da Transamazônica foi iniciada em 9 de outubro de 1970 para "rasgar" o Brasil de um extremo a outro, de João Pessoa, na Paraíba, até chegar a Cruzeiro do Sul, no Acre, num total de 5.296 quilômetros. Uma obra para ser visível a olho nu de uma espaçonave. O primeiro trecho, com 1 070 quilômetros, ligando Itaituba a Humaitá (PA), foi aberto ao tráfego em 31 de janeiro de 1974. O asfalto só cobriu pouco mais de mil quilômetros de estrada, entre a capital paraibana e Floriano, no Piauí. Outros 750 quilômetros são cobertos apenas de cascalho e não chegam além de Lábrea, no Amazonas. No total, pouco mais dos seus 1400 quilômetros são trafegáveis.

As maiores frotas de veículos do Brasil e do mundo...

A maior frota de veículos do mundo pertence ao Exército dos EUA, com aproximadamente 246.000 veículos. O United States Postal Service (USPS) opera a maior frota de caminhões para entrega no mundo. Em Janeiro de 2003 eram 207.800 veículos, que percorrem em média, 1,15 bilhão de milhas com um custo aproximado de US$ 863 milhões. A Ryder, operador logístico norte-americano, conta com uma frota de 110.000 veículos. No Brasil, as maiores frotas de caminhões pertencem à Expresso Mercúrio, com 2.140 veículos, Atacadista Martins e Transportadora Binotto com cerca de 2.200 veículos.

Frota mundial de veículos...

A frota mundial de veículos é estimada em 750 milhões. Os EUA lideram o ranking com ampla vantagem, possuindo cerca de 222 milhões. Em segundo lugar está o Japão com 73 milhões, e em terceiro, a Alemanha com 47 milhões. O Brasil possui cerca de 19 milhões de veículos.

Frota e idade média dos caminhões no Brasil....

Circulam no Brasil cerca de 1.800.000 caminhões, sendo que cerca de 1.300.000 têm mais de 11 anos de uso. A idade média da frota é estimada em 13 anos.

No Brasil são 8,8 habitantes por veículo...

Nos EUA existem 1,2 habitantes por veículo; no Brasil são 8,8 habitantes por veículo.

Líderes mundiais por modal de transporte....

A Itália é o país onde o modal rodoviário tem a maior participação entre os demais modais de transporte, respondendo por cerca de 89 % do total transportado. No Japão, o modal hidroviário responde por cerca de 45 % do total transportado, e na Polônia o modal ferroviário cobre aproximadamente 57 % do total transportado.

Participação do modal rodoviário no Brasil...

O modal rodoviário responde por cerca de 60 % do total movimentado na economia brasileira. No Estado de São Paulo a participação do modal rodoviário supera 90 %.

A representatividade do transporte no custo total logístico...

No Brasil, a atividade de transporte representa cerca de 60 % do total do custo logístico, em média 3,5 % do faturamento da empresa, e em alguns casos, mais do que o dobro do lucro da empresa.

A importância do transporte na economia brasileira...

No Brasil o setor de transportes fatura algo em torno de R$ 30 bilhões, representando 3,5 % do PIB brasileiro. Estima-se que cerca de 3,5 milhões de pessoas estejam empregadas no setor.

Perfil das empresas de transporte no Brasil...

Estima-se que no Brasil existam 35.000 empresas de transporte. 70 % delas tem até 5 funcionários e apenas 1 % desse total tem mais de 99 funcionários.

As 10 maiores no transporte no Brasil...

As 10 maiores empresas de transporte do Brasil, em faturamento, são: 1ª Júlio Simões Transportes e Serviços Ltda, 2ª Expresso Mercúrio S.A. , 3ª Transportadora Binotto S.A. , 4ª Transportadora Cometa S.A. , 5ª Empresa de Transporte Atlas Ltda. , 6ª Kwikasair Cargas Expressas S.A. , 7ª Rodoviário Ramos Ltda, 8ª Ouro Verde Transporte e Locação Ltda, 9ª Tora Transportes Industriais Ltda, 10ª Expresso Araçatuba Ltda. Juntas somam quase R$ 2 bilhões em receitas!

Maiores produtores mundiais de caminhões...

O maior produtor mundial de caminhões é o Japão, que produz cerca de 600 mil veículos por ano; o Brasil é o quinto maior produtor, com 75.000 a 80.000 veículos por ano. O maior produtor de caminhões do mundo é a Toyota, seguida pela Isuzu e pela Daimler Chrysler. No Brasil a Daimler Chrysler é a maior fabricante, com aproximadamente 32 % do mercado, seguida de perto pela VW e Ford, respectivamente com 24 % e 18 %.

Pesquisa CNT 2.001 com perfil dos caminhoneiros autônomos...

Pesquisa realizada pela CNT em 2.001 estima que existam cerca de 900.000 caminhoneiros autônomos no Brasil. Destes, 99,5 % são do sexo masculino, 99,3 % são alfabetizados, 66,4 % estão com o caminhão quitado, e 17 % tem computador.

Estradas brasileiras...

O Brasil tem, segundo dados do Geipot de 2.000, 1.724.940 km de estradas, sendo que apenas 9,57 % estão pavimentadas.

Estatísticas de roubo de carga...

O roubo de carga trouxe em 2.002 um prejuízo estimado de R$ 1 bilhão. São Paulo registra cerca de 6.000 ocorrências de roubo de carga ao ano, praticamente o dobro do Rio de Janeiro, com 3.500 ocorrências. A Via Anhanguera em São Paulo é a estrada mais perigosa, com cerca de 9 a 10 ocorrências por mês. A Via Dutra é a segunda mais perigosa, com 6 a 7 ocorrências por mês. As empresas de transporte gastaram 15 % de seus custos operacionais no gerenciamento de riscos.

Entraves jurídicos para o combate ao roubo de carga...

No Brasil, quando um motorista é assaltado, a ação não pode ser qualificada de seqüestro uma vez que não há extorsão, por que a carga não pertence a ele. O cárcere privado não é classificado de crime hediondo, resultando, uma pena que varia entre 2 e 4 anos de cadeia, podendo, através dos benefícios da lei, ficar apenas 8 meses preso. A Justiça ainda admite a figura do receptador de "boa-fé", aquele que comprou algo desconhecendo a procedência.

GPS...

O GPS (Sistema de Posicionamento Global) ou Rastreador Satelital possui precisão de 30 metros e opera através de 24 satélites a 20.200 km de altura. Estima-se que cerca de 50.000 caminhões no Brasil possuam rastreadores via satélite.

Estatística de acidente no Brasil...

O trânsito no Brasil provoca uma morte a cada dez minutos. 92 % dos acidentes ocorrem por falha humana. A maior parte é provocada por irresponsabilidade, excesso de velocidade e álcool. Os traumas de trânsito representam a maior despesa nos hospitais da rede do SUS. 65 % dos leitos dos hospitais de emergência são ocupados por vítimas do trânsito.

Comparativos de estatísticas de acidente no trânsito entre o Brasil e a Inglaterra, primeira colocada mundilamente no combate aos acidentes de trânsito...

De acordo com dados oficiais, o índice de mortes no trânsito brasileiro é de 11,6 por grupo de 100.000 habitantes. Na Inglaterra, são 6 mortes para cada grupo de 100.000 pessoas. A diferença real deve ser ainda maior pois no Brasil só se contam os mortos no local do acidente enquanto que na Inglaterra somam-se também as vítimas que morrem até trinta dias depois em decorrência dos ferimentos.

As rígidas leis dos países líderes no combate dos acidentes de trânsito...

Os cinco países com as taxas mais baixas de mortalidade no trânsito têm leis duras, fiscalização intensa e multas pesadas para os infratores. Na primeira colocada, a Inglaterra, o motorista que dirige bêbado pode pegar seis meses de prisão e pagar multa equivalente a R$ 25 mil. Na Noruega, segunda colocada, se a polícia pega um motorista alcoolizado, sua carteira é apreendida imediatamente. Na terceira colocada, a Suécia, o limite de tolerância para o álcool é o mais baixo da Europa; não ultrapassa um cálice de vinho tinto. Na quarta colocada, o Canadá, a multa para cada passageiro sem cinto no banco de trás é de R$ 200,00 e a fiscalização é intensa. E na Austrália, quinta colocada, o motorista perde a carteira se exceder em mais de 30 km/h a velocidade máxima permitida.

Jipões, grandes e inseguros...

Dados do governo americano apontam uma média de 16,25 mortes por ano para cada 100.000 ocupantes de utilitários. Nos carros menores a proporção é de 15,7 mortes. Segundo a pesquisa, os jipões são altos e pesados e tem o centro de gravidade elevado. Essa combinação faz com percam a estabilidade nas curvas e capotem com mais facilidade que os carros de passeio.

Tigerlog - Consultoria e Treinamento em Logística - Quem Somos

Total de visualizações de página

VAMOS PROTEGER NOSSO PLANETA

Tudo Passará

Chico Xavier - Tudo Passará From: rczago, 4 months ago
Chico Xavier - Tudo Passará
View SlideShare presentation or Upload your own. (tags: chico xavier)
SlideShare Link

Esportes

The Daily Macro Photo

Ocorreu um erro neste gadget

National Geographic POD